Atração no ARS
NO AR
Tocando agora
VOCÊ CURTE
EM DOURADOS
09/07/2024 18h00min - Geral
2 semanas atrás

França Autoriza Testes com Táxis Voadores Durante Jogos Olímpicos de Paris


Imagem: divulgação/Volocopter ► 
Fonte: Fonte Grande FM



O governo da França autorizou, nesta terça-feira ( 9 ), testes com táxis voadores durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Paris. O Ministério dos Transportes consentiu ainda a criação de uma plataforma flutuante que permitirá a decolagem e a aterrissagem dos veículos no rio Sena. Segundo o decreto do governo francês, a plataforma irá operar até 31 de dezembro deste ano, das 8h às 17h (horário local). Devido à falta de autorização da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA), os voos serão inicialmente gratuitos, limitados a dois por hora e 900 ao longo de toda a experiência.

O objetivo é aproveitar os Jogos Olímpicos (26 de julho a 11 de agosto) para demonstrar a viabilidade de um novo modo de transporte em áreas urbanas densas com dispositivos verticais de decolagem e aterrissagem (VTOL). O projeto é realizado pelo grupo Aéroports de Paris (ADP) com a empresa alemã Volocopter, fabricante do Volocity. No entanto, a prefeitura de Paris não aprovou a experiência e deve entrar com recursos para derrubar a autorização, classificando o projeto como uma “aberração ecológica”.

A Câmara Municipal de Paris está estudando a possibilidade de ação judicial contra o decreto, conforme anunciado pelo gabinete da prefeita Anne Hidalgo. O assistente de mobilidade urbana para a cidade de Paris, David Belliard, criticou o governo por ir contra o Conselho de Paris, especialmente após o bloco centrista de Emmanuel Macron ter sido derrotado pelo bloco de esquerda nas eleições francesas.

O projeto já sofreu várias críticas, incluindo um parecer desfavorável após um inquérito público de fevereiro. Em setembro do ano passado, a autoridade ambiental considerou incompleto o estudo de impacto da futura base experimental de táxis voadores no Sena, devido a preocupações com a poluição sonora e visual, consumo de energia e segurança dos passageiros. Em resposta, a ADP e seus parceiros destacaram a utilidade dos dispositivos para o transporte médico de emergência e na inovação tecnológica.



•  

Grande FM
Publicada em:

Usamos os cookies e dados de navegação visando proporcionar uma melhor experiência durante o uso do site. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.